09 ago

4 formas de aumentar sua renda

Este artigo é direcionado aos colegas de profissão que buscam formas, idéias de aumentarem sua renda com a profissão, ou seja, não é para todos, já que muitos colegas ainda não possuem nem renda com a profissão.

[Se você ainda está na fase de ter dificuldades de viver da profissão, leia os outros textos e vejas meus outros vídeos, irá ajudar bastante.]

De uma forma geral, existem 2 problemas que ouço muito de colegas de profissão que me procuram.

O primeiro é o da FALTA, exemplos: “não tenho pacientes”, “não consigo viver da profissão”, ‘não sei divulgar meu trabalho”, “não tenho renda com a psicologia”.

Depois que as primeiras pessoas passaram a fazer meu curso, a empreenderem, divulgarem seu trabalho, começou a aparecer outro problema:

“Bruno, não dou conta de tanto trabalho”; “A agenda está cheia, mas quero trabalhar menos”, “preciso ter mais tempo”.

Claro que foi um problema maravilhoso, mas para as pessoas que chegaram nesta segunda fase é um problema REAL.

Se você ainda está com o primeiro problema, talvez este texto não te ajude muito.

Agora se você está com o segundo problema, acompanhe meu raciocínio.

Você tem sua agenda cheia, todos os horários fechados, passa a viver da profissão que era seu grande sonho, o que é maravilhoso, mas aí surgem outros problemas.

Fazer 40, 35 atendimentos por semana não é fácil. Exige muito de nós, sem dizer o tempo para os relatórios, pesquisas, supervisão, nossa terapia individual, nossos estudos e a vida pessoal.

Como citei, já ouvi esse “problema” de vários alunos meus, “Bruno, não estou dando conta”, “não consigo mais cuidar das redes sociais e de tanto trabalho”, “É muita gente entrando em contato e tenho pouco tempo”, “quero trabalhar menos e ganhar mais”

Ter qualidade de vida é fundamental, por maior que seja nossa paixão pela clínica tudo tem limite. Lembro de uma sexta feira, em 2013 que atendi 10 pessoas em um mesmo dia. Parando apenas para almoço e um café da tarde. Por um lado, uma alegria imensa de fazer o que amo, por outro lado, o cansaço, não físico, mas mental, afinal existe muita entrega em nosso fazer.

Então vamos lá, como podemos aumentar nossa renda, sem precisar trabalhar mais horas?

Pergunta boa hein! Vou dividir com você 4 ideias, imaginando uma pessoa que atenda 40 horas semanais no consultório.

1 – AUMENTE O PREÇO

Quando a demanda é grande, existe fila de espera, você pode aumentar o preço da sessão, desta forma irá trabalhar as mesmas 40 horas semanais e ganhar mais.

Agora, existe um problema aqui, você não pode aumentar muito o preço e nem pode aumentar sempre.

Portanto, rapidamente você terá o mesmo problema, terá um teto salarial, irá conseguir no máximo ganhar um determinado valor, resultado das 40 horas (é só um exemplo).

2 – ALCANCE MAIS PESSOAS

Quando comecei a ter este “problema”, da agenda cheia, não ter horas sobrando e querer faturar mais por diferentes motivos, comecei a pensar em formas de alcançar mais pessoas.

Foi aí que comecei a dar palestras remuneradas. Palestras em escolas, empresas, instituições mas também palestras em meu consultório.

Na época (2013) eu cobrava 100 reais a sessão. Já a palestra no meu consultório eu cobrava 50 reais. Cabiam 10 pessoas confortavelmente.

Na primeira vez foram 8 pessoas, o que me rendeu 400 reais em 1 hora.

Todos saímos ganhando. Eu fiz algo que amo, dar palestras, dividi conhecimento e as pessoas aprenderam muito e saíram satisfeitas.

Com o tempo passei a fazer terapia em grupo, criei cursos, fiz rodas de conversa. Desta forma colocava várias pessoas em um mesmo local, aumentand

o a minha renda.

Você pode vender um projeto para uma escola, para uma empresa, aliás as empresas pagam muito bem por um bom projeto. Se você tiver esta intenção, me avise que te apresento dois amigos que ensinam psicólogos a oferecerem projetos para empresas, aliás, eles oferecem um ótimo curso sobre isso, veja aqui > Psicólogos in Company.

Eu comecei com as palestras, fiz muitas no meu consultório, as vezes para 5, 6, 10 pessoas e ajudou demais!

Falando em palestras, se você é aluno do meu curso online Marketing para Psicólogos, no módulo 6 tem uma ótima aula ensinando como montar uma palestra, passo a passo, se você não viu basta acessar a plataforma do curso e ver a reprise. E se você ainda não é aluno, saiba mais sobre o curso aqui > Clique Aqui

Ah e no módulo 6 também tem uma aula sobre como vender uma palestra/workshop

3 – CRIE UM PRODUTO

Quando vendemos nossa hora, não é possível escalar. Se eu vendo minha hora, eu só tenho 24 horas no meu dia, é limitado.

Agora, se eu vendo 1 produto, eu posso vender quantos eu quiser (quantos eu conseguir).

Uma palestra online que você grava e depois vende. Um livro que você escreve seja ele virtual ou físico.

Se eu escrevo um livro, é um produto, que posso vender.

Posso citar a Camila Rabuske, que se forma em psicologia este ano e criou um jogo de autoconhecimento chamado My Path, é um produto físico, usado por psicólogos em vários estados e que já chegou inclusive ao Japão.

A psicóloga Natália Vinhas criou um e-book (livro digital) onde ela ensina como os psicólogos podem usar melhor o Instagram, é um produto, um e-book muito bom e que as pessoas pagam e aprendem muito e ela pode vender quantos quiser.

A psicóloga Gabriele Ribas tem o Caderno do Eu, um caderno (livro digital) com 30 exercícios para se usar em consultório e muitas pessoas já adquiriram. Confira aqui > Caderno do Eu

Isso é ganhar em escala, é poder alcançar muitas pessoas.

E para isso você não precisa parar de atender no consultório. Pode escrever um livro, um e-book, começar a vendê-lo e terá uma renda extra a mais todos os meses o que te permitirá, se quiser, atender menos horas, talvez 30 por semana e ganhar o mesmo que ganhava ou até mais.

A psicóloga Bianca Amorim tem grande experiência em criar produtos digitais, ela criou um curso online onde ensina “como transformar o seu conhecimento em um produto”, esse curso tem sido muito elogiado, confira aqui > Como Criar um Produto Digital

Em 2017 lancei o livro “Psicologia Sem Fronteiras”, fui o organizador e o livro possui 16 autores junto comigo, todos psicólogos, foram alunos do meu curso online Marketing para Psicólogos e são casos de sucesso.

Quando o livro estava pronto, buscamos editoras que pudessem produzir o livro de forma independente. Até que encontramos uma ótima editora, um ótimo editor, projeto gráfico e editorial.

Fizemos 1000 livros. No dia que escrevo este texto temos ainda apenas 28 livros, ou seja, um grande sucesso, 972 livros vendidos ou presenteado.

Nosso custo foi de 10 mil reais pelos 1000 livros. Em média saiu 10 reais cada livro. Nós vendemos o livro por 30 reais em eventos presenciais e 50 reais fora dos eventos.

Ou seja, um ótimo retorno.

Mas é apenas uma ideia, para ilustrar o que falei.

E se você não tem no momento o valor para fazer o livro, pode fazer um pré-lançamento e arrecadar o valor inicial. Mas aí já seria outro texto, com outras ideias.

4 – DIVERSIFIQUE SUAS FONTES DE RENDA

Está é talvez o ítem mais importante.

Defendo muito a tese de que precisamos ter diferentes fontes de renda, todas com a psicologia.

Quando alguém me pergunta se é possível viver da clínica eu respondo que sim, mas sempre sugiro que a pessoa mude o discurso para: VIVER DA PSICOLOGIA

Vou dar o exemplo da Psicóloga Grace Benato, que é especialista em Luto, hoje a Grace é uma das psicólogas mais conhecidas na sua cidade e região, possui o consultório, dá supervisão e criou um grupo de estudos online para psicólogos sobre LUTO, o que lhe permitiu ter diferentes fontes de renda, todas com a psicologia e que se complementam.

O mercado de trabalho do psicólogo está mudando, nossa visão está se ampliando.

_______________________________________________________
No meu curso completo, Marketing para Psicólogos, ensino passo a passo como criar diferentes fontes de renda com a psicologia.

As inscrições para a última turma do ano abrem dia 3 de setembro, o curso é online e tem poucas vagas.

Qualquer dúvida ou feedback meu e-mail é bruno@parapsicologos.com.br

______________________________________________________

Confira também minha LISTA com dicas de livros aqui >>> LISTA DE LIVROS QUE EU INDICO

    Comments

  1. 9 de agosto de 2018

    Bruno, é maravilhoso poder ler um texto seu feito com tanto carinho e dedicação!
    Eu mesmo sendo sua aluna, me recordei de pressupostos básicos que você vem sempre nos mostrando!
    É vital que mais psicólogos possam chegar até esse conhecimento que você está oferecendo para que possam transformar suas vidas! Assim como estou fazendo também!
    Grande abraço e sucesso sempre!
    Alessandra Esquillaro

    Responder
  2. 9 de agosto de 2018

    Um ótimo texto Bruno! Nos dá uma visão panorâmica de como podemos alcancar sucesso no objetivo de viver de Psicologia. Suas sugestões são excelentes para nos deixar mais alertas e quem sabe criar a partir destas ideias?.
    Adoreino texto e as sugestões!

    Responder
  3. 9 de agosto de 2018

    Adorei o texto. Muito instigador!
    Suas sugestões nos dão um feedback sobre como inovar e diversificar….para quem quer ser empreendedor e viver de Psicologia….um excelente recurso!
    Através de suas sugestões podemos criar outras possibilidades e inovar…experimentar e fazer acontecer!

    Responder
  4. 9 de agosto de 2018

    Que texto sensacional, tão real e tão necessário. Sem dúvida que a maior parte dos profissionais ainda vive na FALTA de clientes/pacientes, mas é fundamental resolver também as necessidades/problemas de quem vive na ABUNDÂNCIA. Achei o seu texto fantástico e oportuno (aliás, como os demais). Gratidão à referência a Psicólogos in Company – Mente empreendedora com resultados de empresário, é um prazer contar com a sua parceria.

    Responder
  5. Marina Azevedo
    9 de agosto de 2018

    Meu próximo passo é criar um produto.

    Responder
  6. Aline Koller
    9 de agosto de 2018

    Bruno querido, dicas maravilhosas de otimizar nosso tempo! Ter qualidade de vida e financeira é tudo que almejamos! Gratidão por ampliar mais e mais a nossa percepção do quanto nossa profissão é cheia de possibilidades!

    Responder
  7. Irene Still
    9 de agosto de 2018

    Bruno, ótimo texto. Estou no início e estou no primeiro problema. Mas li o texto já antecipando para o próximo (rsrs). Muito obrigada por todo o conteúdo que você prepara com tanta dedicação.
    Sou grata por estar aqui.

    Responder
  8. Valesca Souza
    10 de agosto de 2018

    Bruno, desde Abril, quando fiz seu Curso Online – descoberto em uma “visita boba pelo Facebook” – tenho vislumbrado várias ideias – “My Brianstorming”. Já tenho bons seguidores no Instagram (@vaneuropsi). Ministrei uma Dinâmica de Grupo Motivacional. E agora, ideias tem pairado – desde a sua última aula online. Obrigada por nos motivar de forma tão ímpar.

    Responder
  9. Gisele
    10 de agosto de 2018

    Excelente texto!!! Parabéns!!!

    Responder
  10. Raquel
    14 de agosto de 2018

    Como é bom retornar na leitura de seus textos! É inspirador ler cada palavra com tanta verdade, amor e dedicação de seu trabalho! Ler os casos de sucesso e visualizar o rosto de cada um é especial… Quero muito diversificar minhas fontes de renda! Sim… Após seu curso a procura de meus serviços aumentou e divido com vc o crédito. Agradeço toda sua disponibilidade, sensibilidade e carinho com a dificuldade de cada um de nós psicólogos, Bruno. 😊😘 E te encontro novamente na próxima turma. 😉

    Responder
  11. Ana Lidia
    16 de agosto de 2018

    Muito bom querido Bruno. Obrigada! Preciso esta mais perto de vc tenho estado afastada e isso é ruim 😯

    Responder
  12. 17 de agosto de 2018

    Ciao! There is nice offer for you. http://bit.ly/2t7zEBp

    Responder
  13. Adenilton Fernandes de Lima
    19 de janeiro de 2019

    Adorei o texto. Ótimo. Ainda não tenho consultório. Ainda não estou atendendo. Tenho medo de não conseguir chegar. Tenho medo da mudança. Gostaria de saber o que é possível fazer, para perder o medo de enfrentar novos desafios. Ainda trabalho em uma empresa e estou acomodado com o meu salário. Meu pensamento é de que não vou conseguir ganhar um salário semelhante ou mais.

    Responder
  14. Estefânia Gonçalves
    2 de fevereiro de 2019

    Existe uma conexão, um encaixe tão perfeito do que você ensina para o que eu preciso ouvir que fico rindo de uma orelha na outra.
    Muito obrigada, muito obrigada mesmo pelos ensinamentos tão valiosos.

    Responder

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *