04 set

Marketing para Psicólogos

Heart vintage, pattern & mix 10

 

 

Marketing para Psicólogos, o que vem a ser isso? A ideia é ensinar o profissional da psicologia a divulgar seu trabalho e forma eficiente e ética. E a princípio não é uma tarefa fácil, uma vez que não é qualquer tipo de divulgação que podemos (e devemos) fazer, então encontrar algo eficiente, que realmente agregue valor à nossa imagem e que seja ético é uma tarefa possível, mas que exige dedicação.

Há quem tenha medo de divulgar seu trabalho com o argumento de que o CRP pode vir atrás, como se fosse algo proibido, sabemos que o código de ética do psicólogo, muito moderno por sinal, tem uma parte específica que fala sobre a questão da Publicidade. Sobre isso, gravei um vídeo onde analiso ítem por ítem e divido com vocês abaixo. E digo mais, o código de ética não serve para nos assustar ou perseguir e sim para nos orientar.

Assista Aqui > Use o código de ética do psicólogo a seu favor

Tendo analisado o código de ética, fica claro que não se deve fazer e que bom que algumas meditas são anti éticas, uma vez que elas não nos favoreceriam em nada.

A partir de agora te convido à uma reflexão sobre as possibilidades éticas, saudáveis e eficientes que temos dentro da Psicologia.

shutterstock_171707591

Quando falo em Marketing, muitas pessoas pensam em outdoor, folhetos e panfletos. O Marketing é uma ciência e assim como a psicologia possui várias linhas teóricas o Marketing possui diferentes vertentes. Se existe o lado mais agressivo, que busca despertar desejo e induzir à compra existe também formas suaves de divulgação, em especial o Marketing de Conteúdo, que tem como princípio oferecer algo de muito valor para aí então despertar o interesse das pessoas.

No livro Marketing 3.0, Philip Kotler, grande nome mundial do Marketing, afirma que vivemos atualmente a era do Marketing 3.0 ou a Era voltada para os valores. Ao invés de tratar as pessoas apenas como consumidoras, enxerga nelas seres humanos plenos, com mente, coração e espírito. O Marketing 1.0 era centrado no produto, com a função de padronizar a confecção e vender em alta escala, quanto mais vendas melhor. O Marketing 2.0 surgiu na era da informação, os consumidores são mais bem informados e podem facilmente comparar várias ofertas de produtos semelhantes, o valor do produto é definido pelo cliente, a divulgação tenta alcançar a mente e o coração do cliente.

O marketing 3.0 tem uma contribuição maior em termos de missões, visões e valores a apresentar ao mundo “seu objetivo é oferecer soluções para os problemas da sociedade. O marketing 3.0 leva o conceito de marketing à arena das aspirações, valores e espírito humano. O Marketing 3.0 acredita que os consumidores são seres humanos completos, cujas outras necessidades e esperanças jamais devem ser negligenciadas. Desse modo, o Marketing 3.0 complementa o marketing emocional com o marketing do espírito humano”.

Este é o Marketing 3.0, com uma visão bem diferente dos outros e que se encaixa perfeitamente na vida do psicólogo, profissional, que busca promover bem estar, desenvolvimento pessoal, social, mental e emocional. Desta forma podemos divulgar nosso trabalho, usando esta forma de marketing.

Continua…

    Comments

  1. Everson Berti
    10 de abril de 2017

    Muito interessante a abordagem do trabalho de marketing na área da psicologia, pois de fato, o receio de ser questionado em um trabalho de divulgação é real.

    Responder
  2. GEISA CLAUDIA SOUZA SILVA
    15 de abril de 2018

    Quero receber os seus textos e artigos

    Responder

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *